Por: Correio 24 Horas
18/06/2019 - 21:14:02

Camisa 10 marcou o seu 17º gol em Copas; Brasil enfrenta França ou Alemanha

Antes mesmo de começar o jogo contra a Itália, as coisas pareciam não dar certo para a seleção brasileira feminina de futebol: no começo da manhã desta terça-feira (18) foi confirmada a notícia de que Andressa Alves, uma das melhores jogadoras do Brasil no Mundial, sofreu uma lesão na coxa esquerda e foi cortada do Mundial. 

A informação chegara às vésperas de um jogo decisivo: o Brasil precisava tirar pontos da equipe italiana, que até então estava com 100% de aproveitamento. Aos trancos e barrancos, o Brasil conseguiu vencer e se classificou no terceiro lugar do Grupo C: principalmente devido a um bom segundo tempo, a canarinho conseguiu o resultado por 1x0 graças ao gol histórico de Marta, que passou o alemão Miroslav Klose e se tornou a maior goleadora da Copa do Mundo.

Ludmila foi a escolhida para substituir Andressa Alves. A jogadora do Atlético de Madrid tem como ponto forte a velocidade: até os 16 anos ela fazia atletismo, esporte que abandonou para se dedicar ao futebol. O Brasil também estava desfalcado de Formiga, suspensa, que deu lugar a Andressinha na ‘volância’ junto a Thaisa.



Por: Redação Atlântica News
18/06/2019 - 11:55:34

Após o site L’Equipe publicar que o Paris Saint-Germain estari disposto a negociar Neymar com outro time, o dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, afirmou estar farto do comportamento de “estrela” de alguns de seus jogadores. E prometeu pulso firme para a próxima temporada.

Com a ideia de que “quem não gostar, pode arrumar as malas”, Al-Khelaifi disse à France Football que os jogadores serão mais responsabilizados por resultados negativos. Na última temporada, o PSG foi eliminado nas oitavas de final da Champions League depois de uma derrota por 3 a 1 no jogo de volta na Inglaterra.

Apesar do baixo rendimento de Neymar Jr. no PSG, já contabilizando uma série de escândalos, o dono do time comemorou a chegada de outro brasileiro, Leonardo, para o cargo de diretor técnico do clube.

“Ele terá todos os poderes esportivos (...) Leo, esse é o meu cara. Ele é incrível. Tenho confiança total nele (...) Sua autoridade natural fará bem a todos, especialmente aos jogadores. Eles terão que assumir suas responsabilidades ainda mais do que antes. Deve ser completamente diferente. Eles terão que fazer mais, trabalhar mais (...) Eles não estão lá para agradar a si mesmos. E se eles não concordarem, as portas estão abertas. Tchau! Eu não quero mais comportamentos de estrelas”.



Por: Luiz Tito do jornal Digaí, Feira
17/06/2019 - 19:37:42

Na última sexta-feira (14) o Supremo Tribunal da Justiça Desportiva (STJD) julgou e puniu o Bahia de Feira com a perda de três pontos. Conseqüentemente o clube de Feira de Santana foi eliminado da serie D do campeonato brasileiro.

A escalação irregular do volante Edimar na primeira rodada do campeonato pelo técnico Quintino Barbosa motivou a ação. O atleta foi expulso na penúltima rodada da primeira fase da Série D de 2018, quando defendia o Vitória da Conquista, e por isso não poderia ser relacionado, deveria cumprir a expulsão.

Com o resultado do julgamento, o Tremendão perdeu seu lugar para o América-PE na próxima fase da última divisão do futebol nacional. O vice campeão baiano de 2018  deverá recorrer da decisão do STJ D. 

O Jornal Digai foi as ruas da Princesa do Sertão e ouviu as opiniões de três torcedores, dos ex-jogadores de futebol e de três profissionais da Imprensa.  Confiram o que eles falaram:

Remo Rodrigues, aposentado: ” Acho uma grande negligência do departamento jurídico do clube, que deveria saber as reais condições do atleta. Uma grande punição para o torcedor”.

Ermínio  Santos de Oliveira Filho, servidor público : “Errou a diretoria que tem a obrigatoriedade de saber as condições jurídicas dos atletas contratados”. 

Bertulino Moreira Bastos, seu Bia, aposentado e torcedor mais antigo do Bahia de Feira :  Com todo meu despeito aos amigos Tiago e Jodilton ( diretores do Bahia) mas, foi um erro inadmissível de toda a diretoria, pior, quem acaba sendo punido é o torcedor”.

Gilmar Luiz de Santana, Biribinha, ex jogador do Vasco (RJ) Cosmos ( EUA) entre outros clubes: ” Se alguem tem que se responsabilizar, esse alguém é a diretoria do clube “.

Nadinho, ex goleiro do Fluminense de Feira de Santana: ” Errou a diretoria e errou o atleta , afinal, ele também deveria saber de suas reais condições para atuar”.

Flamário Mendes, radialista: ” Lamentável esse erro gravíssimo da diretoria, afinal, hoje o futebol é muito profissional e não cabe esses tipos de falhas. Que a punição sirva de exemplo e que esse vacilo 

Gilânio Guirra, editor e diretor da Revista Alternativa, ” Acredito que a falha foi da CBF – Confederação Brasileira de Futebol, haja vista que a documentação do atleta foi enviada previamente para esse órgão . Um pouco de boa vontade com o clube do interior evitaria isso”.

Everaldo Goes, jornalista : “Frustrante vencer em campo e perder no tapetão. Mas, regra é regra. Se realmente houve a irregularidade, nada a fazer”.



PUBLICIDADE


Por: SECOM-PME
13/06/2019 - 10:36:49

A Prefeitura de Eunápolis, por meio da Superintendência de Esportes, realizará neste sábado (15/06) a grande final do Campeonato Eunapolitano de Futebol de Base – Categorias Sub-12 e Sub-14. O campeonato, que contou com dez escolinhas de várias comunidades eunapolitanas, terá sua final no Estádio Araujão, a partir das 08h30, reunindo centenas de torcedores.

O confronto acontecerá entre duas equipes dirigidas pelos mesmos professores, tanto na Sub-12 quanto na Sub-14, ABF/Eunápolis comandada pelo professor Cinho e Base Forte do treinador João Traque disputam o titulo da competição. Além dos troféus e medalhas, oferta da FBF, haverá ainda várias homenagens a todos os professores que participaram do evento, além de brindes para os melhores da competição.

As partidas serão transmitidas ao vivo pela rede social da Prefeitura de Eunápolis, rádio Web Show de Bola FM, além de outras surpresas para o público presente. “Chegamos à final de mais uma competição. Graças ao empenho do prefeito Robério que não mede esforços para incentivar o futebol de base, e a participação das escolinhas, a competição foi um grande sucesso. Estão todos convidados para final, vamos fazer uma linda festa” concluiu Tiago Moura superintendente de esportes.



Por: Glauber Guerra.
11/06/2019 - 20:47:41

A Seleção Brasileira fará dois treinos no Barradão visando o confronto contra a Venezuela, no dia 18 de junho, às 21h30, na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América.

O primeiro treino no Barradão será no dia 16 de junho, às 17h. Já o segundo trabalho está agendado para pós-jogo, dia 19, às 15h.

O time canarinho ainda fará um treino de reconhecimento na Arena Fonte Nova, na véspera do confronto, no dia 17 de junho, às 19h45.

Além da Venezuela, o Brasil tem a companhia da Bolívia e Peru no Grupo A da Copa América.



Por: Federação Baiana de Jiu-Jitsu FBJJO
10/06/2019 - 14:32:00

Neste domingo (9) o ginásio do IFBA recebeu a 3ª Etapa do Campeonato Baiano de Jiu Jitsu, realizado pela Federação Baiana de Jiu-Jitsu (FBJJO), e que teve início as 10hs manhã. Com arquibancadas lotadas, o público conheceu os campeões de todas as categorias, em competição que reuniu atletas de todo o estado.



O destaque maior foi para as meninas que na faixa-branca, Maria Eduarda Souza, venceu Maria Luiza Oliveira e se sagrou campeã da categoria “Absoluto Feminino”. No “Absoluto Feminino da faixa-azul/roxa”, vitória de Driely da Silva Barros.



Ambas garantiram vaga no ABUDHABI INTERNATIONAL PRO que acontece dia 14 de Julho de 2019 em Salvador-Bahia.

Maria Eduarda  falou sobre seu desempenho no campeonato. “Me preparei bastante para esta competição, pois na 2ª Etapa em Vitória da Conquista, perdi o primeiro lugar por uma vantagem, e hoje eu não iria deixar escapar esta vaga para o evento de AbuDhabi. Estou feliz por voltar para casa com o prêmio”.

A lutadora elogiou a organização do torneio. “O campeonato foi muito bom, gostei bastante e sempre tenho marcado presença nos torneios desta Federação, que são de grande prestígio e tem crescido muito, tanto o jiu jitsu quanto a divulgação dos campeonatos”, disse.

Na classificação por equipes, vitória da EQUIPE CEMILTON REIS, que alcançou 372 pontos. Em segundo lugar ficou a Equipe Brazilian Top Team que conseguiu 192 pontos. Na terceira colocação, e equipe CTFC Fábio Campos, com 168 pontos.


Confira o resultado do Absoluto Masculino.

FAIXA-PRETA:    Bartholomeu Maselli - EQUIPE SIMETRIA FIGHT
FAIXA-MARROM:   Matheus Galvão - EQUIPE SIMETRIA FIGHT
FAIXA-ROXA:     Wilson Moraes - EQUIPE CTFC FÁBIO CAMPOS
FAIXA-AZUL:     Matheus Gomes Gama - EQUIPE G.O. TEAM
FAIXA-BRANCA:   Esdras Gama - EQUIPE G.O. TEAM

Veja a galeria de fotos do torneio no FaceBook da FBJJO.



PUBLICIDADE


Por: Rodrigo Foureaux
08/06/2019 - 06:27:09

No dia 31 de maio de 2019, o jogador de futebol Neymar foi acusado por uma mulher de ter praticado o crime de estupro, por ter ficado agressivo e tê-la obrigado a manter relações sexuais em um hotel em Paris.

Eventual processo poderá ocorrer na França ou no Brasil - neste último, em razão do disposto no art. 7º, II, “b”, do Código Penal (extraterritorialidade condicionada).

Para tanto, é necessário que Neymar entre no Brasil; que o fato seja punível na França também (o que é); que o crime esteja entre aqueles pelos quais a lei brasileira autoriza a extradição (o estupro autoriza a extradição, conforme art. 82, IV e VII, da Lei n. 13.445/17); que o Neymar não tenha sido absolvido na França ou não tenha lá cumprido a pena e que o Neymar não tenha sido perdoado na França ou, por outro motivo, não esteja extinta a punibilidade, segundo a lei mais favorável.

Caso o fato seja julgado no Brasil, a competência será da Justiça Estadual, em que pese haver divergências.

O Superior Tribunal de Justiça[1], em julgado recente, decidiu ser competência da Justiça Federal, quando o crime for praticado no exterior e houver interesse jurídico da união por se tratar de brasileiro inextraditável e em razão das relações com estados estrangeiros e a necessidade de cumprimento de tratados firmados. Nestes casos deve ocorrer a transferência de jurisdição para o Brasil e a competência é da Justiça Federal.

Ocorre que o Supremo Tribunal Federal possui precedentes pela competência da Justiça Estadual e decidiu, recentemente, que o simples fato do crime ser praticado no exterior e a extradição ser negada, não atrai a competência da Justiça Federal, uma vez que não ofende bens, serviços ou interesse da União.[2]

Fixada a competência da Justiça Estadual, eventual processo no Brasil deve tramitar em uma das varas criminais da capital do Estado de São Paulo, uma vez que o último local de domicílio de Neymar no Brasil foi em São Paulo. Como não mais reside no país, deve-se analisar qual era o último estado em que o acusado residia antes de se mudar do Brasil.[3]

Nos crimes de estupro, a palavra da vítima ganha especial relevância, pois, normalmente, são cometidos às escondidas, sem a presença de testemunhas e, muitas vezes, sem deixar vestígios. A palavra da vítima tem que estar de acordo com o conjunto probatório.

Neymar exibiu em suas redes sociais as conversas que teve com a mulher antes de encontrá-la.

Em uma situação de normalidade, exibir conversas tão íntimas para terceiros, ainda mais para milhões de pessoas, caracteriza dano moral, mas ele atuou para se defender de acusações tão graves, o que caracteriza exercício regular de um direito e, consequentemente, afasta os danos morais.

Sob o ponto de vista criminal, em relação ao crime previsto no art. 218-C do Código Penal (divulgação de cena de pornografia/sexo) entendo que não houve esse crime pelas seguintes razões:

a) Neymar foi acusado de um fato gravíssimo e a imagem dele sofreu grave violação perante o mundo;

b) com o impacto negativo da imagem haveria prejuízo para a vida dele como profissional, com possibilidade de ocorrer rompimento de contrato com o PSG, deixar de ser convocado para a seleção e várias empresas não iriam querer mais contratá-lo pra propaganda. Poderia ser um fim na carreira de Neymar como atleta, pelo menos nos melhores times do mundo;

c) ele preservou a imagem e nome da mulher, tanto é que cortou partes que pudessem identificá-la;

d) o próprio tipo penal autoriza a divulgação em algumas situações (art. 218-C, § 2º, do CP), desde que preservada a imagem, sendo possível uma interpretação analógica em prol do réu. Como é possível divulgar para fins jornalísticos, científicos, culturais e acadêmicos, mediante a utilização de recursos que impossibilite a identificação da vítima, quanto mais para fins de se defender;

d) Neymar agiu no exercício regular de um direito (defender-se de uma acusação tão grave) ou em legítima defesa, pois usou dos meios necessários e proporcionais (divulgar as provas que tinha, preservando a imagem da mulher) para repelir injusta agressão (à imagem dele. Não é necessário que a agressão seja física) que era atual;

e) aplicando-se a teoria da tipicidade conglobante de Zaffaroni, não há que se falar em crime, pois para essa teoria todo fato típico exige que a conduta seja antinormativa. Isto é, para a tipicidade conglobante a tipicidade penal resulta da adequação penal mais a antinormatividade. Há adequação penal? Sim (art. 218-C do CP), mas não há antinormatividade. Isso porque a conduta do Neymar não violou todo o sistema normativo, pois é direito dele se defender e apresentar suas versões. No caso o jogador defendeu a sua imagem perante o mundo.

f) A divulgação da forma como ocorreu - sem nome, imagem do rosto e preservação de algumas partes - foi proporcional em vista da gravidade da acusação que sofreu;

No caso, deve haver responsabilidade civil de quem divulgou o Boletim de Ocorrência, pois, em tese, a apuração deveria correr sob sigilo.

Nas situações de estupro, deve-se analisar com muita cautela se o caso não se configura a “Síndrome da Mulher de Potifar”, que consiste em acusar falsamente uma pessoa de ter praticado estupro contra a mulher por ter sido rejeitada.

A teoria mencionada decorre de um contexto bíblico, conforme abaixo exposto[4]:

A teoria supracitada vem do contexto bíblico, no livro de Gênesis, capítulo 39, onde narra a história de José, filho de Jacó, que em razão dos ciúmes de seus irmãos, foi vendido por estes como escravo aos Esmaelitas, e em seguida foi vendido ao egípcio Potifar, o Capitão da guarda real (GRECO, 2011).

No decorrer da convivência entre o escravo e Capitão, José ganhou a confiança de Potifar e passou a administrar sua casa e ficando também responsável por seus bens. Todavia, José despertou interesse na mulher de Potifar, a qual passou a almejá-lo, mas o mesmo sempre negou a cobiça da referida mulher por ser fiel a Deus e ao seu patrono, insatisfeita, a mulher de Potifar decidiu tomar outras medidas agarrando José pela capa e o chamou para manter relações sexuais com ela, momento em que José se desprendeu e conseguiu fugir, porém, sua capa ficou nas mãos da mulher (GRECO, 2011).

Inconformada com a rejeição, com a capa em suas mãos, a mulher de Potifar gritou os servos da casa, acusando José de tê-la estuprado, o que perturbou Potifar, fazendo com que ele prendesse José junto aos demais presos do rei (GRECO, 2011).

Nas conversas de Whatsapp entre o Neymar e a mulher, dá-se a entender que houve relação sexual consentida (não estou falando que houve ou não relação consentida). Porém, há indicativos de que se trata de um exemplo da Síndrome da Mulher de Potifar. Isto é, parece ter ocorrido relações entre eles, depois Neymar não deu mais atenção ou não quis se envolver mais e foi inventado o crime de estupro (é somente uma hipótese).

Pode ser também que tenham combinado tudo e na hora "H" a mulher não quis mais; se houve relação contra a vontade da mulher, ainda que o homem e a mulher já estivessem quase iniciando os atos sexuais, há o crime de estupro. Há o crime de estupro também se estiverem tendo relações e a mulher não quer continuar. Em todos os casos, para que haja estupro, o homem deve atuar mediante violência ou grave ameaça. Todo ato sexual deve ocorrer de forma consentida, do começo ao fim.

Os fatos precisam ser apurados. Caso se comprove que houve estupro, Neymar deve ser condenado nas esferas criminal e na cível; caso se comprove que não houve estupro e se trata de uma hipótese da Síndrome da Mulher de Potifar, a mulher terá praticado o crime de denunciação caluniosa (art. 339 do CP), sem prejuízo de que Neymar a processe por danos morais. Danos morais para uma pessoa que já é multimilionária? Sim, financeiramente para ele não fará diferença alguma e pode, inclusive, doar o valor do dano moral, mas para a mulher que o acusou terá um efeito pedagógico e punitivo.


NOTAS

[1] 4. Compete à Justiça Federal o processamento e o julgamento da ação penal que versa sobre crime praticado no exterior, o qual tenha sido transferida para a jurisdição brasileira, por negativa de extradição, aplicável o art. 109, IV, da CF.” (STJ, 3ª Seção, CC 154656 / MG, rel. min. Ribeiro Dantas, j. 25/04/2018).

[2]  Recurso Extraordinário n. 1.175.638 PR , Relator Ministro Marco Aurélio. 22 de novembro de 2018

[3]  Art. 88.  No processo por crimes praticados fora do território brasileiro, será competente o juízo da Capital do Estado onde houver por último residido o acusado. Se este nunca tiver residido no Brasil, será competente o juízo da Capital da República.

[4] FRANÇA, Fernanda Borges. Síndrome da Mulher de Potifar e a jurisprudência. Disponível em: <https://fernandabf.jusbrasil.com.br/artigos/530487863/sindrome-da-mulher-de-potifar-e-a-jurisprudencia >. Acesso em 03/06/2019.

Autor

Rodrigo Foureaux

Juiz de Direito - TJGO. Foi Juiz de Direito do TJPA e do TJPB. Aprovado para Juiz do TJAL. É Oficial da Reserva Não Remunerada da PMMG. Bacharel em Direito e em Ciências Militares com Ênfase em Defesa Social. Especialista em Direito Público. Autor do livro "Justiça Militar: Aspectos Gerais e Controversos".

 

 



Por: AtlanticaNews
08/06/2019 - 06:23:06



Por: Redação, com Agência Brasil
05/06/2019 - 22:06:44

A 8ª Copa do Mundo de Futebol Feminino da FIFA será realizada na França entre os dias 7 de junho a 7 de julho. Neste ano, 24 equipes disputam o título. Desde 1991, a copa feminina ocorre de quatro em quatro anos. Os Estados Unidos são tricampeões (1991, 1999 e 2015) ; a Alemanha (2003, 2007), bicampeão; Noruega (1995) e Japão (2011) têm um título cada.

Cidades-sede

Paris – Parc de Princes. Estádio com capacidade para 47.600 torcedores.

Montpellier – Stade de la Mosson. Estádio com capacidade para 19.300 torcedores.

Nice – Stade de Nice. Estádio com capacidade para 35.100 torcedores.

Valenciennes – Stade du Hainaut. Estádio com capacidade para 22.600 torcedores.

Lyon -  Stade de Lyon. Estádio com capacidade para 57.900 torcedores.

Reims – Stade Auguste-Delaune. Estádio com capacidade para 21.608 torcedores.

Le Havre – Stade Océane. Estádio com capacidade para 24.000 torcedores.

Grenoble – Stade des Alpes. Estádio com capacidade para 18.000 torcedores.

Rennes – Roazhon Park. Estádio com capacidade para 28.600 torcedores.

 

As seleções

9 representantes da Europa (UEFA - União das Associações Europeias de Futebol):

Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Holanda, Noruega, Escócia, Espanha e Suécia.

3 representantes da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF - Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe):

Canadá, Jamaica e Estados Unidos.

3 representantes da América do Sul (CONMEBOL- Confederação Sul-Americana de Futebol):

Argentina, Brasil e Chile.

3 representantes da África (CAF - Confederação Africana de Futebol):

Camarões, Nigéria e África do Sul.

5 representantes da Ásia (AFC - Confederação Asiática de Futebol) :

China, Japão, Coréia do Sul, Tailândia e Austrália*.

1 representante da Oceania (OFC - Confederação de Futebol da Oceania):

Nova Zelândia

 

*Desde de 2006, a Austrália é filiada à AFC. Por isso disputa com países da Ásia e não do seu continente, a Oceania.

São estreantes na Copa da França 2019: África do Sul, Jamaica, Chile e Escócia.

Disputaram todas as edições: Nigéria, Estados Unidos, Brasil, Japão, Noruega e Suécia.

 

Grupos

A – França, Coréia do Sul, Noruega e Nigéria

B – Alemanha, China, Espanha e África do Sul

C – Austrália, Itália, Brasil e Jamaica

D – Inglaterra, Escócia, Argentina e Japão

E – Canadá, Camarões, Nova Zelândia e Holanda

F – Estados Unidos, Tailândia, Chile e Suécia

 

Países que sediaram a Copa do Mundo de Futebol Feminino

1991 – China

1995 – Suécia

1999 – Estados Unidos

2003 – Estados Unidos

2007 – China

2011 – Alemanha

2015 – Canadá

 

Desempenho da seleção brasileira

O Brasil esteve em todas as edições da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Disputou 30 jogos sendo 18 vitórias, 4 empates e 8 derrotas. Marcou 59 gols e sofreu 35.

1991 – Foi eliminado na fase de grupos

1995 – Foi eliminado fase de grupos

1999 – Terceiro lugar

2003 – Quartas de final

2007 – Vice-campeão

2011 – Quartas de final

2015 – Oitavas de final

 

Destaques individuais

Marta (Brasil) é a artilheira com 15 gols. A jogadora tem 33 anos, ainda está em atividade e vai disputar a Copa da França 2019.

Birgit Prinz (Alemanha) e Abby Wambach (Estados Unidos), vice-artilheiras com 14 gols. Ambas já se aposentaram.

Carli Lloyd (Estados Unidos) conquistou a bola de ouro em 2015. A atleta tem 36 anos, ainda em atividade e vai disputar a Copa da França 2019.

Hope Solo (Estados Unidos) foi eleita a melhor goleira das copas de 2011 e 2015. A atleta se aposentou em 2016.

Marta (Brasil) , Birgit Prinz (Alemanha) e Homare Sawa (Japão)  ganharam a Bola de Ouro (craque da Copa) e a Chuteira de Ouro (artilheira da Copa).



PUBLICIDADE


Por: Ascom
30/05/2019 - 02:04:57

Mais de 8 mil alunos do município estão participando dos Jogos Estudantis de Porto Seguro (JEPS), que entram em sua segunda fase. 65 escolas municipais, mais 13 convidadas - 12 estaduais e uma federal – estão integrando os times, competindo em sete modalidades: vôlei, basquete, handebol, futsal, baleado, xadrez e tênis de mesa, nas categorias infantil, juvenil e mirim (no futsal). 

No dia 24/05 foi realizada, na quadra da Escola Municipal Chico Mendes, que acaba de ser reformada, a abertura da segunda etapa dos Jeps, com o desfile das escolas participantes. O evento contou com a presença da secretária de Educação, Janis Souza; dos vereadores Robinson Vinhas e Bibi; do coordenador de Esportes da secretaria, Antônio Magnavita e de um grande número de alunos, que vibrou e torceu muito pelas suas equipes.  



"É uma alegria muito grande ver esse espaço ocupado por tanta gente. Gostaria de agradecer a presença dos alunos e professores, que trabalharam muito para que esses jogos pudessem ser realizados", disse a secretária. Janis exaltou ainda a importância do esporte no processo educacional. "Os Jogos Estudantis trabalham valores como a saúde, a educação, o companheirismo e o conceito de equipe, uma habilidade muito importante para o futuro de vocês no mercado de trabalho", salientou. 

Os jogos estão sendo realizados nas quadras das escolas municipais, do Centro; bairros, como Campinho, Mirante e Cambolo; e também nos distritos de Vera Cruz, Trancoso e Arraial d´Ajuda. A grande final será realizada nos dias 09, 10 e 11 de agosto, nas quadras do Centro e Campinho. Os vencedores serão contemplados com troféus e medalhas.