Por: Redação,Atlanticanews
08/10/2019 - 12:30:12

Devotos do Brasil e do exterior já estão em contagem regressiva para a cerimônia de Canonização de Irmã Dulce, que acontecerá no próximo dia 13 de outubro, na Praça São Pedro (Vaticano), às 10h (hora local), presidida pelo Papa Francisco. A freira baiana, que dedicou sua vida aos pobres, doentes e mais necessitados, passará a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres e terá como data litúrgica o dia 13 de agosto.

A religiosa, conhecida como o Anjo Bom da Bahia, se tornará então a primeira santa de nosso tempo nascida no Brasil e sua canonização será a terceira mais rápida da história (27 anos após seu falecimento), atrás apenas do Papa João Paulo II (nove anos após sua morte) e de Madre Teresa de Calcutá (19 anos após o falecimento da religiosa).

A cerimônia no Vaticano, cujos ingressos já começaram a ser entregues (ver quadro com locais e datas de retirada), contará ainda com a apresentação dos cantores Margareth Menezes e Waldonys, e do Padre Antônio Maria, acompanhados pelo músico e miraculado, José Maurício Moreira – cuja cura da visão tornou-se o segundo milagre de Irmã Dulce reconhecido pela Igreja, cumprindo-se assim a última etapa do processo de Canonização da beata.

A programação segue com a realização, no dia 14 de outubro, da primeira missa em honra da Santa, às 10h, na Basílica Sant’Andrea della Valle, localizada em Corso Vittorio Emanuelle II, em Roma (Itália). A celebração será presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. Para participar da missa do dia 14, não é necessário ingresso.

Já no dia 20 de outubro, em Salvador, acontecerá a primeira celebração no Brasil pela Canonização de Irmã Dulce, a partir das 12h30, na Arena Fonte Nova (abertura dos portões ao meio dia), com a expectativa de reunir 55 mil pessoas.

A programação cultural e religiosa do evento na capital baiana contará com apresentações musicais, espetáculo teatral e missa presidida pelo Arcebispo Dom Murilo Krieger. Entre as atrações, destaque para a participação dos cantores e Embaixadores de Irmã Dulce, Margareth Menezes, Waldonys, Saulo, Tuca Fernandes e Padre Antônio Maria durante a encenação do espetáculo “Império de Amor”.

 

A peça vai levar ao palco mais de 600 atores, sendo 550 crianças e adolescentes do Centro Educacional Santo Antônio (CESA) – núcleo de educação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), além de idosos da instituição. Juntos eles vão contar a história do Anjo Bom da Bahia com números de teatro, dança e música.

A programação terá também a participação dos cantores Adelmário Coelho, Targino Gondim e do tenor Thiago Arancam. Os ingressos para a celebração na Arena Fonte Nova são gratuitos e serão distribuídos somente através das paróquias da Arquidiocese de Salvador, a partir do dia 1º de outubro. Criança, a partir de 2 anos, precisa de ingresso para acesso ao evento.

 

Enquete

Projeto prevê isenção de Imposto de Renda sobre remuneração de professores:





VOTAR PARCIAL