Por: G1
27/11/2023 - 10:08:57

A sindicalista e ativista Creuza Oliveira, de 65 anos, recebe o título de "doutora honoris causa", concedido pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), nesta sexta-feira (24), na reitoria da unidade de ensino. A baiana é a primeira liderança sindical da categoria a receber o título no Brasil.

Creuza Oliveira ganha o título de doutora honoris causa — Foto: Divulgação/Fenatrad

Creuza Oliveira ganha o título de doutora honoris causa — Foto: Divulgação/Fenatrad

Uma das mais importantes líderes na luta pelas trabalhadoras domésticas, Creuza está aposentada, é presidente de honra da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad) e uma das fundadoras da Associação das Empregadas Domésticas da Bahia.

Neste ano, Creuza Maria de Oliveira, presidente do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas, recebeu honraria do governador Jerônimo — Foto: Feijão Almeida / GOVBA

Neste ano, Creuza Maria de Oliveira, presidente do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas, recebeu honraria do governador Jerônimo — Foto: Feijão Almeida / GOVBA

"Esse título é da luta histórica das trabalhadoras domésticas. Há muitos que já passaram, já vieram e outras que virão, que estão vindo", ressaltou. Neste ano, Creuza já havia recebido o título de comendadora da Ordem Dois de Julho – Libertadores da Bahia, maior honraria do estado, entregue pelo governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues.

A trajetória de Creuza no trabalho doméstico teve início quando ela tinha menos de 10 anos. Embora tenha nascido na capital baiana, o registro de nascimento da ativista está vinculado a Santo Amaro, cidade localizada no recôncavo baiano.

"Eu nasci em Salvador e, posteriormente, mudei para o interior. Meu pai faleceu quando tinha 5 anos, seguido pela perda de minha mãe quando eu tinha 12. Na época, não possuía documentos oficiais, sem qualquer registro em cartório. Ao retornar à capital aos 14 anos, tive necessidade de providenciar minha documentação para poder estudar".


Enquete

Itapebi: 2024 é ano de eleição municipal. Você votará para reeleger atual prefeito ou eleger outro (a) candidato (a)?




VOTAR PARCIAL