Por: Redação Atlântica News
28/11/2018 - 20:34:40

Representantes dos biomas Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, do estado da Bahia, apresentaram, neste domingo (25), experiências que se destacaram em suas comunidades rurais, durante o III Encontro de Mulheres Rurais, que integra a programação da 9ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontece em paralelo à 31ª Fenagro, no Parque de Exposições de Salvador.

Por meio do serviço de assistência técnica e extensão rural (ATER), a melhoria nas produções, a exemplo do cultivo da mandioca e produção de derivados como massas de pizzas, salgados, biscoitos de polvilho e o mel de rapadura, foram alguns dos produtos apresentados durante o encontro, que estão sendo comercializados na Feira.

"Somos 25 mulheres reunidas, iniciando nossos trabalhos e precisamos de assistência técnica, que faz diferença na nossa atividade", fundamentou Azenilda Maria de Souza, da Comunidade Mulheres Unidas de Bebedouro, do Bioma Cerrado.

Cosmira Bispo da Conceição, do Bioma Caatinga observou que o tema Mulher de Fibra, Guerreira, Mulher Rural Não Tem Igual, comprova que o campo é um lugar digno para viver: “O momento é de fortalecimento das comunidades, habilidades e potencialidades das mulheres rurais”. 

Após as apresentações, as mulheres das associações receberam uma mandala com o nome do bioma que representam como lembrança da participação no encontro. 

Caderneta Agroecológica - Durante o III Encontro de Mulheres Rurais foi apresentada a Caderneta Agroecológica, instrumento utilizado para registrar o trabalho das mulheres do campo. 

"Na caderneta será anotado o que é produzido, vendido e doado no dia a dia da agricultora", explicou Beth Cardoso, representante do Grupo de Trabalho de Mulheres, da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA).

Com a caderneta será possível acompanhar valores dos produtos comercializados, saber os custos com produção e ao final, contabilizar a renda obtida com o trabalho das mulheres rurais.


Enquete

O governo Temer está chegando ao fim. Como você avalia?






VOTAR PARCIAL