Por: Mariana ferreira / Biofábrica
30/11/2019 - 02:06:01

O Terra Madre, encontro mundial das comunidades do alimento, foi lançado, nesta sexta-feira (29), com a presença da culinarista e apresentadora de TV Bela Gil, durante a 10ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontece na Fenagro, no Parque de Exposições de Salvador até domingo (1º). 

O evento, dedicado à comida boa, limpa e justa para todos, será realizado de 11 a 14 de junho de 2020, na capital baiana. A iniciativa reúne comunidades que trabalham pela sustentabilidade de seus produtos alimentares, pela qualidade que confere sabor excepcional e pelo respeito ao ambiente e ao povo.

Terra Madre Brasil é lançado na Feira Baiana da Agricultura Familiar, com presença de Bela Gil

Realizado pelo Slow Food, em parceria com o Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Terra Madre reúne acadêmicos, cozinheiros e toda a comunidade do Slow Food, delegados, agricultores, pescadores, processadores, distribuidores e especialistas agrícolas de diversos países. 

Segundo o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, o Terra Madre será uma oportunidade de aproximar ainda mais os chefs de cozinha, agricultores familiares e suas organizações desse grande objetivo que é o de ter comida boa, saudável, limpa e justa: “Isso tem uma relação muito direta com o trabalho que a gente faz com a agricultura familiar. É por isso que o movimento Slow Food é muito importante pra gente, e essa aproximação, que vai ocorrer por conta do Terra Madre, nos vai dar condição de estarmos juntos e elevar ainda mais os resultado das nossas cooperativas, que vão consolidar essa marca de uma alimentação saudável que a população tanto quer”. 

Bela Gil enfatizou que o Terra Madre no Brasil vai ser um evento incrível e que o fato de estar sendo lançado na Feira Baiana da Agricultura Familiar tem grande significado: “O Terra Madre tem tudo a ver com esse lugar, eu acho que essa feira é como se fosse um mini terra madre, focado na biodiversidade da Bahia, mas o Terra Madre vai focar na biodiversidade do Brasil inteiro. Eu estou muito feliz de estar fazendo parte desses dois eventos e acho importantíssimo a gente poder valorizar mais o trabalho de pequenos produtores, poder consumir biodiversidade. O Brasil é riquíssimo em biodiversidade, diversificando nosso prato e valorizando a agricultura familiar”. 

A diretora da Slow Food Internacional para o Brasil, Valentina Bianco, destacou que a última edição do Brasil foi em 2010: “Estávamos em busca de um parceiro que entendesse que a agricultura familiar não pode retroceder, que trabalhasse para que o segmento se fortalecesse e esse parceiro foi a SDR. Faltam sete meses para a Bahia receber esse grande evento que é o Terra Madre”.

 


Enquete

O que você acha da Escola sem Partido?





VOTAR PARCIAL